Projeto de mineração sustentável para garimpos no Amapá em audiência

por Hugo Rocha em 13/Dec/2018
Projeto de mineração sustentável para garimpos no Amapá em audiência

O projeto que propõe uma mineração sustentável na área de garimpo do distrito de Lourenço, no município de Calçoene, a 374 quilômetros de Macapá, foi aprovado pelos trabalhadores da região durante audiência pública realizada na segunda-feira (10), na escola Escola Estadual Juvenal Guimarães Teixeira.

A proposta do Ministério Público Federal (MPF) em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), foi apresentada para mais de 300 pessoas que se reuniram na quadra da escola. Os procuradores ressaltaram a importância desse projeto inédito na mineração e pode ser iniciado na Amazônia.

Especialistas e pesquisadores da USP explicaram aos trabalhadores como funciona o projeto de maneira prática. Para o professor Giorgio de Tomi, o garimpo responsável, fruto de 30 anos de estudos, deve ser voltado a melhorar a vida das pessoas.

Os trabalhadores sobrevivem da lavra de ouro há mais de um século no garimpo do Lourenço, que é o mais antigo em atividade na região Norte.

Em outubro, o MPF recomendou a órgãos federais e estaduais que cancelem as licenças e impeçam novas licenças de exploração mineral na faixa de divisa entre os municípios de Oiapoque e Calçoene, no norte do Amapá, onde ocorre a extração principalmente de ouro. É nessa região que fica o Lourenço.

Hugo Rocha

Engenheiro Civil pela UFOP, Mestre em Hidráulica e Saneamento pela USP. Experiência na elaboração de projetos de novas barragens para armazenamento de água e rejeitos de mineração, estudos hidrológicos e hidráulicos, auditoria de segurança em barragens existentes, Planos de Segurança de Barragens (PSB), Planos de Ações de Emergência (PAE) e estudos de ruptura hipotética de barragens (Dam Break).

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

©GeoHydroTech Engenharia

by nerit