Inaugurado o Mining Hub - inovação para a mineração brasileira

por Hugo Rocha em 18/Jan/2019
Inaugurado o Mining Hub - inovação para a mineração brasileira

Ontem (17/01/2019) foi formalmente inaugurado Mining Hub, uma iniciativa inédita no setor de mineração, a qual é formada por parceria de várias mineradoras brasileiras com a WeWork - maior rede de espaços de trabalho do mundo.

O evento contou com a presença de diretores e colaboradores de várias mineradoras e empresas e entidades que atuam no setor e claro, o Instituto Minere também estava presente.  O projeto foi apresentado por atores que tiveram influência na iniciativa e contou com discursos que deixaram clara a sinergia em prol do desenvolvimento do setor em conexão com inserção em cadeias globais de valor.

O projeto que teve a Mineradora Ferrous como uma das principais incentivadoras, já reúne 22 players do setor e fornecedores interessados em trabalhar de forma conjunta para desenvolver soluções a desafios estratégicos e operacionais comuns às suas operações, divididos em cinco áreas: Segurança (Operacional e SSO – segurança e saúde ocupacional); Gestão da Água; Fontes de Energia Alternativa; Eficiência Operacional; e Gestão de Resíduos. Para tanto, durante um ano, empreendedores e startups serão acelerados em ciclos de três ou quatro meses.

Foto: Instituto Minere

Além de aproximar fornecedores e as mineradoras, o Mining Hub ainda buscará gerar conhecimento, novas tecnologias, produtos e serviços e, inclusive, patentes registradas por pesquisadores brasileiros – já que, até hoje, as interações entre as grandes indústrias minerais e as startups ocorrem de forma fragmentada, individualizada por empresa.

O Hub da Mineração terá sede em Belo Horizonte e nasce com a missão de gerar inovação aplicada aos desafios da indústria da mineral que, como sabemos, é tão importante para nosso país.

Vale dar os parabéns à Anglo American, Anglo Gold, Arcelor, Bahia Mineração, Bemisa, CBMM, CMOC, CSN, Ferrous, Gerdau, J. Mendes, Kinross, Morro Verde, Nexa, Magnesita, Samarco, Usiminas e Vale que “compraram a ideia” e enaltecer a competência dos executores IBRAM, Neo Ventures e Wework Labs.

Fonte: Instituto Minere

Hugo Rocha

Engenheiro Civil pela UFOP, Mestre em Hidráulica e Saneamento pela USP. Experiência na elaboração de projetos de novas barragens para armazenamento de água e rejeitos de mineração, estudos hidrológicos e hidráulicos, auditoria de segurança em barragens existentes, Planos de Segurança de Barragens (PSB), Planos de Ações de Emergência (PAE) e estudos de ruptura hipotética de barragens (Dam Break).

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

©GeoHydroTech Engenharia

by nerit